CRISE DOS FERRYS: Governo Brandão injeta mais de R$9 milhões na inoperante Serviporto

Após prometer dois ferries, que deveriam ter sido entregues em 5 de agosto passado, para o serviço de ferryboats entre São Luís e Alcântara, descobriu-se que, afinal, existem as duas embarcações supostamente em preparação para entrar em operação. No entanto, os equipamentos não são exatamente novos.

De acordo com os dados extraídos do Portal da Transparência do Governo do Estado, mais de 9 milhões de reais – exatos R$ 9.148.088,42 – foram investidos na Serviporto, empresa que encontra sob intervenção estatal.

Parte desses valores corresponde a aportes financeiros feitos pelo executivo estadual na empresa que sofrera a intervenção. Ao todo, quando somadas as duas parcelas pagas, o valor injetado diretamente na Serviporto foi de R$ 1.649.367,09.

 

Os demais R$ 7.489.721,33 foram pagos a título da reforma de duas embarcações sucateadas que se encontram, atualmente, fora de circulação: Baía de São José I e Cidade de Araioses. Ambas pertencem à Serviporto.

Se, nos próximos dias, ambas surgirem como que num “passe de mágica”, saiba de antemão que tratam-se de barcaças velhas tal qual o interminável José Humberto…

Fonte: Portal Verdade 98

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.