São Bernardo: Pacientes com coronavírus serão considerados recuperados somente após 14 dias do teste positivo, diz prefeito João Igor

Nos últimos dias, muitas pessoas têm se perguntado se algumas pessoas confirmadas com coronavírus (Covid-19), em São Bernardo, já não estariam recuperadas e, portanto, já poderiam receber alta médica e sair do isolamento domiciliar.

Em resposta ao Blog Gildean Farias, o prefeito João Igor, disse que por enquanto não  há nenhum caso recuperado oficialmente, porque a prefeitura contabiliza os 14 dias de quarentena orientado pelas autoridades de saúde, a partir do dia em que o paciente recebeu a confirmação da infecção.

“Por precaução começamos contar os 14 dias após o teste com resultado positivo, assim ganhamos uma margem maior de recuperação do paciente. Mesmo preconizando ser 14 dias a cura, nós damos alta com 21 dias, ou seja, 7 dias de apresentação dos sintomas mais os 14 após a confirmação”, explicou.

Ainda de acordo com o prefeito, após os 14 dias de quarentena, a equipe da  Secretaria Municipal de Saúde que está acompanhando o paciente, entra em contato com o mesmo e verificando não haver mais sintomas, este recebe alta e, conseqüentemente, está liberado do isolamento domiciliar. João Igor explica ainda que mesmo o paciente tendo alta após os 14 dias da confirmação, ele já não transmite o vírus ao completar 14 dias de apresentação dos sintomas.

“A alta do paciente é uma alta da doença, porque o período de contaminação é apenas nos primeiros 14 dias de apresentação dos sintomas. Passaram os 14 dias, de acordo com as autoridades sanitárias e de saúde, ela não transmite mais o vírus”, ressaltou o prefeito.

Primeiros casos

Os primeiros quatro casos de coronavírus em São Bernardo foram confirmados no dia 7 de maio. A contar desse dia, estes estão hoje com nove dias de quarentena e devem receber alta, caso não apresentem mais sintomas, no próximo dia 21, quando se completam os 14 dias de quarentena, sendo considerados recuperados do vírus.

O que dizem as autoridades sanitárias

De acordo com o Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças da União Européia, o período de incubação do SARS-CoV-2 (o novo coronavírus) é entre 2 e 14 dias. Ou seja, este é o intervalo esperado entre a exposição de uma pessoa ao vírus e o início dos sintomas de COVID-19 (tosse e febre, nos casos mais comuns, e falta de ar nos mais graves, entre outros), e conseqüentemente de possibilidade de que uma pessoa transmita o vírus a outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *