Sete municípios do Baixo Parnaíba teriam aplicado doses de vacinas vencidas, segundo Folha de S. Paulo

Blog Gildean Farias com informações da Folha de S. Paulo e O Imparcial

Ao menos 1.358 maranhenses tomaram doses da vacina AstraZeneca fora da validade no Maranhão, segundo levantamento feito pela Folha de S. Paulo. Segundo o veículo, os imunizantes expirados fazem parte de oito lotes importantes ou adquiridos por consórcio e, ao todo, 26 mil doses expiradas foram aplicadas no país todo.

O município com maior número de doses de vacinas expiradas é São Luís, com 393 doses aplicadas, logo seguido por Presidente Dutra, com 216 doses. Ao todo foram 83 municípios ao receber os lotes.
Na região do Baixo Parnaíba, sete municípios teriam aplicado doses de vacinas vencidas, somando 16 doses fora da validade. Veja abaixo, os municípios e o total de vacinas expiradas que foram aplicadas, segundo o levantamento feito pela Folha de S. Paulo.

Tutoia: 8 doses
Anapurus: 3 doses
Magalhães de Almeida: 1 dose
Chapadinha: 1 dose
Paulino Neves: 1 dose
Brejo: 1 dose
Milagres do Maranhão: 1 dose

A Secretaria Municipal de Saúde de Magalhães de Almeida divulgou nota ainda nesta sexta-feira (2), onde nega que tenha havido aplicação de doses de vacinas contra a Covid-19 fora do prazo de validade. Veja a nota, na íntegra:

Levantamento
Os lotes das vacinas foram distribuídos em março pelo governo federal, antes da data de vencimento. De acordo com o levantamento feito pela Folha de S. Paulo, foram cruzados dados do DataSUS, sistema de informações do Ministério da Saúde, que informa informações sobre idade, grupo prioritário, data de vacinação e lote da vacina recebida de cada pessoa imunizada e dados do Sage (Sala de Apoio à Gestão Estratégica), que registra comprovantes de entrega dos imunizantes contra a Covid-19 por estado. Nesses dados estão registrados informações públicas sobre lote vacinal, data de validade, fabricante e data de entrega.

De acordo com informações do Plano Nacional de Imunização (PNI), quem tomou vacina vencida precisa se revacinar pelo menos 28 dias depois de ter recebido a dose expirada pois, na prática, é como se a pessoa não tivesse se vacinado. Caso tenha recebido imunizante do lote vencido, a recomendação é procurar um posto de vacinação portando sua carteira de vacinação para registro do erro vacinal e para receber orientações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.