Avanços no desenvolvimento de Paço do Lumiar atrai migrantes da Grande Ilha para a cidade, aponta IBGE

Os dados do Censo 2022, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontam uma forte migração de pessoas de São Luís para Paço do Lumiar. De acordo com especialista do órgão estatístico, tal fenômeno tem acontecido devido a expansão imobiliária da região e o desenvolvimento acentuado do município.

A informação sobre a atração de migrantes da Grande Ilha para as terras luminenses, foi apresentada nesta segunda-feira (6), durante apresentação do resultado parcial obtido até o momento pelo Censo. O evento foi realizado na Câmara Municipal do município e contou com a participação da prefeita Paula Azevedo, de vereadores e representantes do IBGE.

De acordo com os dados, a cidade dobrou a quantidade de domicílios em 12 anos, seguido de forte migração de moradores de São Luís para Paço do Lumiar. “Em 12 anos, o município de Paço do Lumiar teve inegável desenvolvimento, e isso tem refletido, por exemplo, na migração de pessoas de outras cidades, especialmente da capital para a cidade de Paço do Lumiar”, disse o coordenador de área do IBGE, Márcio Mendonça.

A prefeita Paula Azevedo aproveitou a oportunidade para enfatizar a importância da população receber o recenseador e disponibilizar as informações solicitadas. “É por meio desses dados que conseguimos entender melhor o desenvolvimento da nossa cidade e, então, podemos receber mais recursos para investir em Saúde, Educação, Infraestrutura e demais setores da nossa sociedade. Peço que cada luminense possa colaborar para que concluamos essa fase de coleta de dados”, disse a gestora.

 

Apesar de toda a importância e divulgação para a participação popular no Censo 2022, representantes do IBGE ainda sofrem resistência, neste ano de 2023, para conseguir os dados necessários. Estima-se que até março todos os dados já estejam disponíveis para o Tribunal de Contas da União. A gestão Paula Azevedo faz um apelo para que a população participe. “Peço que os luminenses participem. Caso prefiram, vocês podem entrar em contato com o Disque Censo – 137, e responder a pesquisa via telefone. Responder ao Censo também é um ato de cidadania”, afirmou a prefeita Paula Azevedo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.