Em decisão contra Bolsonaro, Marco Aurélio Mello mantém restrições em estados

O Ministro do Supremo Tribnunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, negou, nesta terça-feira (23), a ação apresentada pelo presidente Jair Bolsonaro contra as restrições de circulação de pessoas, que estão em vigor no Distrito Federal, Bahia e Rio Grande do Sul.

O ministro não julgou o mérito do pedido e alegou que não cabe ao presidente da República acionar o STF diretamente. De acordo com o portal G1, a ação foi assinada apenas por Bolsonaro, sem a Advocacia-Geral da União.

Nas redes sociais, o governador do Maranhão, Flávio Dino comentou a decisão do ministro Marco Aurélio Mello. “Espero que esse triste episódio (mais um) resulte em mudanças”, publicou Dino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *