ENTREVISTA – Empresário Victor Almeida fala sobre os desafios do emprendedorismo e dá dicas para quem deseja empreender

Aos 32 anos, o jovem empresário Victor Almeida carrega no sangue o DNA de empreendedor. O proprietário da açaiteria Açaí Sweet Victory, conta que o empreendedorismo vem de berço e que aprendeu com várias experiências de familiares e, principalmente do pai, seu Edson Almeida, falecido há 23 anos.

Com os exemplos na família e com a vontade de empreender, o empresário conta que resolveu ‘sair da zona de conforto’ e há pouco mais de um ano, junto com a mãe e o padrasto, criaram a Açaí Sweet Victory.

Victor conversou com o Blog Gildean Farias sobre os desafios do empreendedorismo, falou sobre estratégias, contou um pouco da sua trajetória e deu dicas para quem deseja empreender. Confira:

Blog Gildean Farias – Como surgiu o Victor Almeida empreendedor?

Victor Almeida – Acredito que isso já vem de berço, vários tios por parte de mãe são empreendedores, por parte de pai também. Mas a vontade mesmo de empreender, por dois motivos: Sair da zona de conforto da empresa que eu trabalhava por 6 anos, e também pelo meu pai, que é falecido há 23 anos (tínhamos uma lanchonete com o nome: Victor Lanches). Daí acredito que vem do sangue mesmo, a vontade de empreender e ter o próprio negócio. É o primeiro empreendimento de muitos, a vontade de expandir, ter o nome Açaí Sweet Victory como franquias, é um sonho continuo. Estamos na luta pra isso.

Blog Gildean Farias – Porque empreender no ramo de açaiteria? Qual o maior desafio encontrado no ramo?

Victor Almeida – Tem uma frase bem legal: ‘Dinheiro não compra felicidade, mas compra açaí que é a mesma coisa!’. Açaí é fonte de energia, sempre gostei e como estava começando, e no não via necessidade de contratar alguém, seria mais fácil. Somos Self Service. Daí pra começo o custo benefício era mais viável. Temos um espaço com decoração rústica, amadeirado, climatizado. Bem familiar, pra reunir os amigos, e até uma reunião de negócios. Fechar um contrato saboreando um delicioso Açaí com um creme de ninho, tudo a ver né? (risos).

Sobre o maior desafio no ramo, acredito não só em nosso ramo, mas em outros também, é driblar a pandemia do novo Coronavírus. São momentos difíceis, muitos empresas fecharam e muitos empregados foram demitidos. E acredito que Deus faz as coisas certas em cada detalhe, e vejo como resultado positivo não ter contratado alguém no começo, não que isso seja uma glória para nós, longe disso. Recebemos muitos pedidos de emprego e eu sempre recebo via e-mail e envios para amigos, onde trabalhei . Fazer a diferença é isso, ajudar o próximo como podemos.

Blog Gildean Farias – 2020 e também 2021 tem sido desafiadores por conta da crise gerada pela pandemia. Como você avalia esse momento para os empreendedores? E quais tem sido as estratégias do Açaí Sweet Victory para passar por esse momento?

Victor Almeida – Com certeza são 2 anos muito desafiadores e aumentos abusivos. Acredito que é tempo de união, um ajudando o outro como pode. Sempre tento ajudar divulgando, conversando via WhatsApp. Essa semana mesmo uma moça me chamou via WhatsApp e perguntou tudo sobre o ramo de açaí. Mais uma concorrente? Com certeza, mas acredito que temos espaço pra todos e ajudar o próximo é necessário, faz bem. Nós microempreendedores temos que nos avaliar, não perder o foco e nem a fé. E sempre procurar a melhor forma de encantar seu cliente. Acho que as nossas estratégias, coloquei em prática antes mesmo de inaugurar. Trouxe na bagagem de onde eu trabalhei: Um bom atendimento faz toda diferença, gosto de encantar meus clientes no atendimento e na qualidade do meu produto que vendo. Uso sempre o marketing a nosso favor. Ontem mesmo foi o aniversário da minha mãe e solicitei ao nosso marketing Luiz, um flyer divulgando seu aniversário e ela deixou o recado: ‘O aniversário é meu, mas quem ganha o presente aos meus clientes: Descontos.’ (risos) Um sucesso, graças a Deus!

Blog Gildean Farias – Acompanhando as redes sociais do Açaí Sweet Victory, é possível perceber algumas publicidades do chamado Marketing de Ocasião, ou seja, aproveitar o momento para engajar e conseguir clientes. Fala um pouco sobre essas estratégias utilizada!

Victor Almeida – Rede Sociais de fato é um vício né? (risos) E nós aproveitamos datas comemorativas sempre. Com promoções, sorteios em parceria com amigos empreendedores, em especial a Iara Personalizações, que tem o trabalho sensacional e faz tudo com muito carinho. Hoje o Instagram, de fato é uma ferramenta de vendas incrível! Temos que aproveitar e saber usá-lo. Sempre que possível, durante o turno tiramos fotos, fazemos reels e postamos. Isso é fato: Cliente come com os olhos primeiro. E temos amigos e clientes que sempre nos divulgam, e somos gratos por isso.

Blog Gildean Farias – E qual o recado você deixaria para as pessoas que desejam empreender? Quais cuidados e caminhos a seguir?

Victor Almeida – O primeiro passo, com certeza é o planejamento. Pesquise tudo. Economizar nesse momento é necessário, então procure sempre locais mais em conta, mas claro, com qualidade sempre! Empreender é fácil? Não é. Requer todo seu tempo, você vai precisar abdicar de muita coisas, vai precisar plantar hoje pra colher amanhã. Pacote clichê, mas é real: Foco, Fé e muita determinação. São momentos de altos e baixos, mas olhar sempre a frente é necessário. Deus tem o propósito na vida de cada um de nós.
Sempre incentivo amigos a virar empreendedores. E cito como exemplo disso, a minha avó que se tornou supervisora da Herbalife com 72 anos, após o meu incentivo.

Posso deixar só um agradecimento? Primeiro agradecer ao Blog pelo convite! Espaço super bacana! conteúdos sempre atualizados. Vale a pena ler! Parabéns! Quero aproveitar o espaço também para agradecer minha Mãe Helena, meu padrasto Luciano, minha Vó Luzia, que são meus braços direitos e esquerdo. Sem eles, nada seria igual. Aos amigos que sempre estão ali ajudando na divulgação, ao casal Pablo e Thamys, empreendedores também da empresa Casa Meseira. Tudo sobre mesa posta, é com eles. Enfim, agradeço a Deus por tudo. Gratidão!

Empresa familiar: Victor Almeida coma mãe, Helena Ribeiro e o padrasto Luciano Travassos.

Depoimento: Sobre essa foto, ela tem uma história bem legal, que gostaria de compartilhar: Nesse dia, muita chuva. Foi logo no começo, ainda estávamos em um momento de conquistar e atrair nossos clientes. Quase 21horas, e a gente tinha vendido muito pouco, aí chegando no final do turno, meio pensativo por não ter vendido, mas pedir a Deus mentalmente que ele entendia meus propósitos, e o que a gente não vendeu hoje, venderíamos no dia seguinte. E advinha? Chegou quase uns 8 pedidos no WhatsApp, que lembro que a gente ainda nem vendia via delivery. Saímos na chuva mesmo, eu, mamãe e meu padrasto fazer as entregas. Lembro que foram pedidos muitos bons e quase 400 no final do turno. Acreditem nos sonhos que se tem, Deus é bom o tempo todo. (Victor Almeida)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *