ENTREVISTA – “Espero que o povo confie que podemos, juntos, mudar a realidade desta cidade”, diz Pastor Welbert Couto, pré-candidato a prefeito de São Bernardo

Welbert de Jesus Santos Couto, o Pastor Welbert Couto, tem 40 anos, é empresário na área de sistemas comerciais e gráfica. Casado e pai de cinco filhos, é também pastor e fundador da Comunidade Evangélica Regenerados em Cristo e coordenador do Projeto Social CERC.

Pré-candidato a prefeito, Pastor Welbert Couto, é o quinto entrevistado da série de entrevistas que o Blog Gildean Farias realiza com os pré-candidatos a prefeito de São Bernardo.

Confira a entrevista, na íntegra:

Blog Gildean FariasPorque você quer ser prefeito de São Bernardo?

Pastor Welbert CoutoQuero ser prefeito porque acredito que tenho capacidade de gerir esta cidade. Além disso, nossa equipe elaborou um programa de governo sólido com base em excelentes exemplos de municípios que obtiveram êxito tomando medidas de refreio dos gastos públicos com alocação de verba para programas sociais de incentivo à educação, empreendedorismo e distribuição de renda aos mais pobres.

Tenho larga experiência, pois já sou presidente da Comunidade Evangélica Regenerados em Cristo – Cerc, que presta um lindo serviço à população bernardense por meio do cartão de descontos em produtos e serviços, além das diversas ações sociais que realizamos há anos na cidade. O cargo de prefeito seria a coroação dessa missão que Deus me deu: amar o próximo e fazer o que puder pelo bem estar de todos. Sou filho desta cidade. Conheço-a como a palma das minhas mãos. Tenho certeza que posso ajudar os menos favorecidos. Estou empenhado em dar voz àqueles que são alijados pela atual administração.

Muitos pensam que eu brinco quando falo que vou ser prefeito. Alguns até zombam dizendo que faço politicagem. O que eles não sabem é que temos uma equipe da mais qualificada possível. Já diagnosticamos os problemas da cidade. Esta equipe está me ajudando a trazer soluções práticas para os problemas atuais, principalmente na economia municipal. Espero que o povo confie que podemos, juntos, mudar a realidade desta cidade.

Blog Gildean FariasCite três principais ações que pretende realizar para melhorar São Bernardo?

Pastor Welbert CoutoPrimeiramente, vamos resolver o problema do desemprego. É público e notório que a atual gestão contrata mão de obra de fora e deixa os bernardenses ‘a ver navios’. Um verdadeiro Hobin Hood às avessas. Já fizemos os primeiros contatos com grandes empresas do ramo industrial. Nosso intuito é criar um polo industrial em São Bernardo, empregando os filhos desta terra, ao passo que vamos gerar renda por meio da venda destes produtos para o mercado interno e externo.

Nesta pegada, queremos incentivar também o pequeno produtor. Assim como no município de Itapecuru, que a prefeitura compra insumos dos produtores agrícolas da cidade e reverte isso em alimentação para as crianças nas escolas, queremos fomentar o comércio também na agricultura familiar local.

Em segundo lugar queremos descentralizar o poder do gestor. Nosso intuito é nomear moderadores nas microrregiões de São Bernardo como porta-vozes da vontade do povo. Estes ficarão incumbidos de trazer às reuniões semanais com o prefeito e sua equipe, os problemas e feedbacks da população nos bairros e povoados da cidade. A intenção é dar maior celeridade quando houver problemas como a água salobra que sai do poço cavado pela atual prefeitura, deixando centenas de bernardenses em maus lençóis. Na nossa gestão a resposta ao problema será imediata.

Por fim, queremos melhorar a educação básica do município. Isto aconteceria nas duas pontas. De um lado, vamos valorizar o professor municipal, com melhores condições de trabalho e remuneração. Do outro, vamos dar atenção aos alunos, oferendo escolas de tempo integral. Temos intenção de fazer parceria com o governo estadual e iniciativa privada para criarmos um centro de línguas, que funcionaria no contra-turno das escolas normais, oferecendo um segundo idioma para as crianças e adolescentes de São Bernardo.

Blog Gildean FariasQue articulações e alianças estão sendo construídas em nível municipal, estadual e federal, para dar base a sua candidatura?

Pastor Welbert CoutoNossa candidatura se dará pelo partido Democracia Cristã, recém fundado em São Bernardo. Estamos ainda no processo de diálogo com lideranças políticas locais que não querem a volta do antigo grupo, bem como não querem a permanência deste que está atualmente. Assim como a maioria dos bernardenses, somos contra a gestão do atual prefeito ou a volta do antigo grupo que governou a cidade por 40 anos. Além disso, contamos com apoio do diretório estadual do partido e dos deputados estaduais da nossa base na Assembleia Legislativa. Em nível federal, temos intuito de ir, ainda neste primeiro semestre, a Brasília para apresentar, em audiência, nossas propostas de combate à violência contra a mulher e sexualização infantil, à Ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves. Ideologicamente, estamos alinhados ao governo federal quando o assunto é o conservadorismo, patriotismo e a valorização da família como célula máter da sociedade.

Blog Gildean FariasPorque você merece o voto dos bernardenses?

Pastor Welbert CoutoEu costumo dizer que um povo que não se importa com quem o governa está fadado a ser governado por tolos. Não podemos mais admitir que São Bernardo esteja nas mãos de grupos políticos oligárquicos. Veja, eu nunca me candidatei a nenhum cargo público. Não sou tradicional na política e nem fiz carreira nela. Ao contrário, sou empresário e presidente de um instituto sério. Meu intuito não é o salário ou o poder que o cargo traz, mas sim, pretendo dar continuidade ao trabalho que eu já realizo no meu dia a dia. Isto posto, se a população bernardense confiar em mim, prometo honrá-la. Ou honro meus compromissos de campanha ou renuncio ao meu mandato caso proceda de forma irresponsável para com as demandas da sociedade. Estou partindo para o tudo ou nada com fé no coração e crendo de que dias melhores virão sobre esta cidade. Que Deus abençoe a todos, que Deus abençoe São Bernardo.


Veja as demais entrevistas da série:

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *