Flávio Dino anuncia novos públicos para vacinação e novas medidas sanitárias contra a Covid-19

Em entrevista coletiva realizada na manhã desta sexta-feira (14), o governador Flávio Dino fez um panorama da vacinação no Maranhão e anunciou as novas medidas sanitárias para todo o estado.

Dino disse que o Maranhão já alcançou a marca de 83 mil profissionais da Educação vacinados, classificando o estado como o melhor desempenho em relação aos demais estados do Brasil e abrindo possibilidade para um retorno breve das aulas presenciais. Além disso, o governador anunciou mais três públicos para a vacinação: Pessoas em situação de rua, trabalhadores de transporte rodoviário, ferroviário, aéreo, aquaviário e portuário e caminhoneiros

De acordo com Flávio Dino, a previsão para início da vacinação é na próxima quarta (19). O governador enfatizou que a ordem de grupos segue o Plano Nacional de Imunizações (PNI). Novas informações sobre a imunização dos novos públicos serão divulgadas em breve pelos canais oficiais.

Flávio Dino anunciou também que o governo fará a entrega de mais doses de vacinas CoronaVac a 33 municípios para a aplicação da segunda dose, a partir da próxima segunda-feira (17). A entrega dos imunizantes após o Maranhão receber mais 28.600 novas doses de vacinas nesta sexta (14).

Medidas sanitárias para São Luís
As pessoas pertencentes aos grupos de risco que por ventura já tenham sido vacinadas poderão retornar ao trabalho após 30 dias (exceto gestantes). A medida é válida para o setor público e privado.

Medidas vigentes até 24 de maio
– Comércio e indústria continua funcionando das 9h às 21h.
– Bares e restaurantes até 23h
– Supermercados das 6h às 0h
– Supermercados, academias, salões, bares e restaurantes continuam funcionando com 50% da capacidade.

Medidas sanitárias para todo o estado
– Eventos com até 50 pessoas já estão permitidos.
– A partir desta sábado (15), a música ao vivo está liberada.
– A partir da próxima segunda (17), os eventos com até 100 pessoas estão permitidos.
– Administração pública e Igrejas permanecem com 50% da capacidade.
– Demais protocolos sanitários continuam obrigatórios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *