Atividades culturais e esportivas marcam encerramento das ações do Instituto Dica Ferreira em 2021 no Pólo Coroadinho

Gildean Farias

Marcando o encerramento das ações desenvolvidas durante o ano de 2021, o Instituto Dica Ferreira, realizou no último domingo do ano, três grandes atividades culturais e esportivas nas comunidades da região do Pólo Coroadinho.

A primeira ação foi o Passeio Ciclístico ‘Hora do Grau’, que reuniu centenas de jovens em uma trilha por várias ruas dentro do território. Com o tema “Arte urbana, a gente faz cultura, a gente faz mover a esperança”, o passeio mobilizou a comunidade por meio do instrumento de transporte mais utilizado pelos moradores da região.

Durante todo evento, os participantes tiveram o apoio de agentes de trânsito da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT) e do Corpo de Bombeiros, garantindo a segurança de todos. O passeio teve ainda o parceria da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel), da Família CDR 244.

Após o encerramento do passeio ciclístico, os moradores do bairro do Bom Jesus puderam conferir a Exposição ‘Cotidiano Comunidade’, que apresentou mais de 50 fotos sobre a realidade da comunidade. Os registros é o resultado de um concurso de fotografia que possibilitou trazer um olhar social do bairro através das telas dos celulares de moradores da comunidade. A expolisção aconteceu na Praça do Bom Jesus. Ação teve a parceria da empresa Foto Sombra.

“Fotos trazem leituras importantes sobre o valor social da comunidade, fortalecendo o sentimento de pertencimento dos moradores ao seu lugar”, destacou Tatiana Pereira, membro e idealizadora do Instituto Dica Ferreira.

Para concluir a noite de atividades, vários artistas do Pólo Coroadinho fizeram da Praça do Bom Jesus, um placo de talentos que dão voz à comunidade. O projeto ‘Estação Resistência: Jesus, Menino Luz na Favela’ teve o apoio da Secretaria de Estado da Cultura e teve mostrou a diversidade e força artística dos moradores da região.

O palco teve apresentações dos artistas Kauany, MCLD, Carlos, S7ven & Real PL, Wall Braga & Pedro Nobre, Ellen Santana & Ismaell Ramoss, Th cantor, Vivian Rodrigues, Daniel, DJ Fael, Grupo Sem Abuso, Arte Popular, e ainda a apresentação do Ballet Olinda de Saul.

“O projeto Estação Resistência mostra a força do Pólo Coroadinho como centro da potência cultural, com grandes talentos que apresentam o seu cotidiano através da arte. Ficamos felizes por oportunizar que estas vozes sejam ouvidas e reconhecidas”, finalizou Tatiana Pereira.

Veja mais registros das atividades:

Fotos: Nalmy Ferreira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.