Primeira mulher trans graduada em Sociologia no campus da UFMA de São Bernardo é aprovada em mestrado de Psicologia

Mais um passo conquistado na trajetória acadêmica de Kawany Victórya em que, após ser a primeira mulher trans graduada na Licenciatura em Ciências Humanas – Sociologia do Câmpus São Bernardo, a discente realiza mais um sonho, com a aprovação no Mestrado em Psicologia do Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPGPSI) da UFMA. A mestranda desenvolverá a pesquisa intitulada “Percepções sobre o nome social no ambiente de trabalho para pessoas trans em São Bernardo, Maranhão”.

Ela é a segunda trans do Maranhão e a primeira do Baixo Parnaíba a ingressar no curso do PPGPSI, de acordo com a própria estudante. Oriunda do município de Araioses, a 407 km de São Luís, e formada este ano pelo curso de Licenciatura em Ciências Humanas – Sociologia, ela é a única de onze irmãos a alcançar o ensino superior.

O novo projeto de pesquisa é também uma continuidade do eixo temático trabalhado ao final da graduação, quando desenvolveu no TCC a pesquisa intitulada “(Des)conhecimento de Direitos? Percepções sobre o Nome Social para Pessoas Trans em São Bernardo-MA”.

“Agora, a pesquisa terá como foco o ambiente de trabalho: formas de tratamento para as pessoas trans em repartições públicas, onde muitos não possuem o conhecimento voltado para a comunidade LGBT, que perpassa por situação de violência, como transfobia, homofobia, enfim, discriminação”, comentou a mestranda.

A dissertação será desenvolvida dentro da linha de pesquisa 1, de “Processos Clínicos e Saúde”, que se destina à investigação, avaliação e intervenção de processos clínicos que favoreçam a promoção da qualidade de vida, individual e grupal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.