Resgate da história: População prestigia exibição de documentário que retrata presença da ‘Balaiada’ em São Bernardo

Uma praça repleta de pessoas atentas ao resgate de parte da história da sua cidade. Assim foi a exibição do documentário “O Tempo do Pega: o passado balaio da matriz”, que retrata a presença do Movimento Balaiada no passado de São Bernardo.

O documentário produzido pelo professor pesquisador Ronilson Oliveira, que é mestrando em ProfHistória pela Universidade Federal do Pará (UFPA), juntamente com alunos do Centro de Ensino Deborah Correia Lima, foi exibido na Praça de Eventos, e contou com a grande participação da comunidade escolar, além de demais bernardenses interessados em conhecer um pouco mais dessa história, até então desconhecida.

População bernardense lotou a Praça de Eventos para prestigiar a exibição do documentário sobre a presença da Balaiada em São Bernardo (Foto: Divulgação)

Para a produção do material, os pesquisadores se valeram de fontes, de entrevistas, das memórias, dos lugares e vestígios de resistência, em São Bernardo e na região do Baixo Parnaíba Maranhense.

De acordo com o coordenador do projeto, professor Ronilson de Oliveira, o documentário foi dividido em dois momentos: o primeiro conta um pouco sobre o surgimento da cidade, a partir de entrevistas com moradores e narração dos alunos que integraram o projeto. O segundo momento, retratou as memórias da escravidão, localizando os lugares que possuem vestígios e identidade quilombola na região, como fazendas antigas e locais onde haviam senzalas em alguns povoados de São Bernardo.

Por fim, houve a apresentação da memória do movimento ‘Balaiada’, também a partir de memórias dos moradores entrevistados. “Os moradores nos apresentaram lembranças desse período, principalmente sobre o chamado ‘tempo do pega’, quando o Exército Brasileiro fazia um recrutamento forçado das pessoas, o que inspirou o nome do documentário”, contou o professor Ronilson.

Professor Ronilson de Oliveira destacou a importância da pesquisa para o resgate da história de São Bernardo (Foto: Divulgação)

O professor destacou ainda a importância da pesquisa para o resgate da história de qualquer povo, e que o documentário é um material que vai contribuir para o reconhecimento da memória da cidade de São Bernardo.

“O que apresentamos é um documento histórico, que está sendo entregue ao município de São Bernardo, e ficará a disposição da população bernardense, especialmente das escolas do município, como um produto didático que vai ajudar os professores a trabalhar em sala de aula, todas essas memórias do passado de São Bernardo”, ressaltou.

Balaiada em São Bernardo
Revolta que eclodiu na, então Província do Maranhão, entre os anos de 1838 a 1841, a ‘Balaiada’, foi um movimento eminentemente popular contra os grandes proprietários da região.

A pesquisa do professor Ronilson de Oliveira, entitulada “Patrimônio Esquecido: lugares e memórias da ‘Balaiada’ no ensino da História – São Bernardo – MA”, evidencia o reconhecimento dos vestígios desse movimento, em São Bernardo e na região.

O estudo é parte da sua dissertação de mestrado em Ensino de História – ProfHistoria, pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e tem a orientação do Prof. Dr. Adilson Júnior Ishihara Brito (UFPA).

Equipe de pesquisadores responsáveis pela produção do documentário “O Tempo do Pega: o passado balaio da Matriz” (Foto: Divulgação)

Como parte da pesquisa, Ronilson de Oliveira e um grupo de estudantes do Centro de Ensino Deborah Correia Lima, realizaram entrevistas com moradores mais antigos da cidade e região, com o intuito de resgatar a memória do movimento de resistência popular em solo bernardense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *