Secretário geral da Famem, João Igor diz que escassez de oxigênio em hospitais do Maranhão não é realidade futura, mas atual

O prefeito de São Bernardo, João Igor, participou nesta segunda-feira (22), como secretário geral da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), de reunião virtual virtual promovida pelo Ministério Público do Maranhão (MPMA), sobre o abastecimento de oxigênio nas unidades de saúde do Maranhão.

Durante a reunião, João Igor disse que a escassez de oxigênio em algumas unidades hospitalares públicas em municípios do Maranhão não é uma realidade futura, mas atual. “O que a gente pode observar é que tudo indica que a tendência é piorar”, alertou o secretário geral da Famem.

Na reunião que contou com a participação dos secretários de Estado Carlos Lula (Saúde) e Marcelus Ribeiro (Fazenda), de membros do CAOP e de representantes de empresas fornecedoras de oxigênio para o estado, foi debatida a necessidade de um plano de contingência para atender às solicitações do material e evitar o colapso no fornecimento de insumos e O2 no atendimento a doentes da Covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *