VÍDEO – Bernardense encontra espécie rara de tamanduá na estrada de Tutoia

Uma espécie rara de tamanduá foi encontrada por um morador do povoado Porteirinha, em São Bernardo, no último sábado (11). O animal da espécie Cyclopes didactylus, conhecido por tamanduaí, tamanduá-cigarra ou tamanduá-seda, foi encontrado por Miqueias Meneses, no município de Tutóia, numa área próximo ao manguezal.

Morador de Porteirinha, Miqueias está atualmente morando em Tutoia, onde trabalha com o pai. No sábado, ao fazer uma entrega, ele observou o pequeno animal atravessando a estrada e resolveu ajudá-lo. “Avistei o bichinho no meio da rua tentando atravessar. Aí peguei ele para que não fosse atropelado”, conta. Após salvar o animal, Miqueias entrou em contato com o primo, Isac Meneses, que é estudante de Biologia, e este informou sobre a espécie do tamanduá e o aconselhou a devolvê-lo à natureza. A soltura foi realizada neste domingo.

Veja o momento em que Miqueias e Isac devolveram o tamanduaí à natureza:

 

Isac Meneses explicou ao Blog Gildean Farias, as características e hábitos do tamanduá encontrado por Miqueias. “É um tamanduá muito raro e que ainda se sabe pouco sobre ele, porque é difícil de ser encontrado, até por não se mover muito, o que acontece mais no período da noite e mesmo assim não se desloca para lugares muito distantes. É um tamanduá que anda em árvores, tem hábitos arboríferos, ele não anda no chão”, relata o estudante de Biologia bernardense. Ainda segundo Isac, a espécie de tamanduá encontrada, é a menor que existe, medindo em média 25cm. O indivíduo encontrado por Miqueias já estava na idade adulta.

O estudante de Biologia faz ainda um alerta aos moradores da região do Baixo Parnaíba, que porventura venham encontrar algum animal silvestre nos arredores das suas residências ou mesmo na estrada. “Assim como o tamanduaí, muito animais silvestres são muito perseguidos na nossa região. Peço aos moradores que, caso encontrem algum desses, busquem informações sobre eles e, principalmente, que sempre procurem devolvê-los para a natureza”, ressalta.

Sobre o tamanduaí

De características únicas, o tamanduaí possui pelagem não muito longa, densa e de coloração clara, amarelada com partes acinzentadas e listras escuras em indivíduos encontrados mais ao sul da América.

Apesar de ser uma espécie de fácil identificação, devido a suas características, ela raramente é avistada na natureza. (Dickman, 1894 e Emmons, 1990 in Medri, Mourão e Rodrigues, 2011).

De acordo com informações no site da Agência Fapesp, o tamanduaí é encontrado em florestas tropicais do norte da América do Sul e da América Central e também nas poucas manchas que restam da Mata Atlântica nordestina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.