Aprovado projeto de lei do vereador Alberto Capitão que cria o Dia Municipal do Vaqueiro em São Bernardo

Gildean Farias

A Câmara Municipal de São Bernardo aprovou nesta sexta-feira (5) o projeto de lei n° 07/2021, de autoria do vereador Alberto Capitão (MDB), que institui o Dia do Vaqueiro no município, a ser comemorado anualmente no dia 18 de agosto.

O Projeto de Lei tem por objetivo homenagear todos os vaqueiros do município de São Bernardo, prestando o devido reconhecimento a contribuição dos profissionais para o desenvolvimento socioeconômico e cultural do município. Profissão bastante antiga na região, desde o início do povoamento, os vaqueiros atuam diariamente para o desenvolvimento da pecuária.

O Projeto de Lei que criou o Dia Municipal do Vaqueiro em São Bernardo é de autoria do vereador Alberto Capitão (foto: divulgação)

A importância da data
Em São Bernardo já ocorre todos os anos, no período dos festejos do padroeiro, a missa dos romeiros com participação de milhares de vaqueiros do município e da região, porém com a criação do Dia do Vaqueiro, a prefeitura poderá prestar todo apoio necessário à realização do evento.

Autor do projeto de lei que criou o Dia do Vaqueiro, o vereador Alberto Capitão, destacou a importância da instituição da data. “A instituição do Dia do Vaqueiro cria a oportunidade de dispormos de um momento de confraternização com pessoas que fazem parte da história, que trabalham no sol e na chuva para levar sustento para suas famílias”, ressaltou.

Após aprovação em Plenário pelos vereadores, o projeto de lei segue para sanção do Executivo municipal, passando então a compor o calendário de eventos comemorativos municipais.

Nomeada de ‘Lei Pedro Leonardo’ , a lei que criou o Dia Municipal do Vaqueiro, presta uma homenagem ao avô do autor do projeto, vereador Alberto Capitão.

“Pedro Pereira da Luz, era meu avô e um lavrador e também exercia com grande zelo a profissão de vaqueiro. Profissão essa digna de esforços, coragem e dedicação. Portanto, era um homem simples, contador de anedotas e que gostava de ajudar o próximo”, pontou Capitão.

Pedro Pereira da Luz, era casado com Dona Maria Vaz da Luz, com quem teve quatros filhos. Natural de São Bernardo, era conhecido como Pedro Leonardo, em honra ao seu pai que se chamava Leonardo.

Com informações do Blog Ilder Costa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.