Artista bernardense, Nonato Araújo, recebe homenagem pelo trabalho com a cultura popular, durante evento em Fortaleza

O artista bernardense Nonato Araújo, recebeu no último domingo (20), o Certificado de Reconhecimento pelo trabalho e compromisso com a arte e a cultura popular, em especial na defesa da Literatura de Cordel e da Xilogravura. A comenda foi concedida pela Associação de Escritores, Trovadores e Folheteiros do Estado do Ceará (AESTROFE), que tem como presidente, o poeta cordelista, Klevisson Viana. O ato aconteceu durante a IV Feira do Cordel Brasileiro, que foi realizada de 17 a 20 de outubro, na sede da CAIXA Cultural, em Fortaleza, no Ceará.

Nonato Araújo trabalha há 25 anos com várias formas de arte, como xilogravura, pintura, desenho e outras. (Foto: Arquivo Pessoal)

Morando há mais de 18 anos em Fortaleza, Nonato Araújo, trabalha há 25 anos com várias formas de artes, como fotografia, desenho, pintura, xilogravura, bordado e outras. Em todos esses anos, o artista já expôs trabalhos em bienais e outros eventos de arte, no Brasil e em outros países. Por toda essa história de luta e atuação na cultura popular através da arte, o bernardense foi um dos homenageados durante a IV Feira do Cordel Brasileiro, que reúne grandes nomes da cultura popular nacional.

Nonato Araújo recebeu o Certificado de Reconhecimento pelo trabalho e compromisso com a arte e a cultura popular (Foto: Divulgação)

Membro fundador da Academia Bernardense de Letras e Artes (ABELA), Nonato Araújo, diz que dedica o reconhecimento ao povo bernardense, especialmente aqueles que fazem e divulgam a cultura popular. “São exatamente 25 anos que estou na luta pela cultura popular. Não é fácil, mas estou na luta porque faço o que eu gosto de coração e de alma. Dedico esse reconhecimento a minha cidade de São Bernardo do Maranhão e a todas as pessoas que lutam pela cultura popular”, ressalta Nonato Araújo, “O artista maluco, o poeta das flores”, como ele mesmo se autodenomina.

IV Feira do Cordel Brasileiro
A IV Feira do Cordel Brasileiro foi realizada de 17 a 20 de outubro, na Caixa Cultural, em Fortaleza, Ceará. O evento reuniu mestres do cordel e da cantoria, xilogravuristas, atores e pesquisadores.

Ao longo dos três dias, a Feira contou também com importantes reflexões sobre a cultura popular, através lançamentos literários, exposições de obras raras, vendas de folhetos de cordel, livros, camisetas e CDs referenciais, além de shows, recitais, palestras, oficinas de xilogravura e de cordel, e homenagens a representantes da cultura popular.

Nonato Araújo com artistas presentes na IV Feira do Cordel Brasileiro, em Fortaleza (Foto: Divulgação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *