Enfermeira de SP, negra e moradora de Itaquera é a primeira pessoa vacinada no Brasil contra a Covid-19

A primeira pessoa a tomar a CoronaVac no Brasil é a enfermeira Mônica Calazans (54), que trabalha na UTI do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em São Paulo. Negra, ela é moradora de Itaquera, na zona leste da capital paulista. A vacinação ocorreu no Hospital das Clínicas.

Há oito meses, dia sim, dia não, Mônica Calazans sai de sua casa em Itaquera, na zona leste da capital Paulista, e leva cerca de uma hora e meia se deslocando até o trabalho no Emílio Ribas, hospital de referência para a covid-19 na região central de São Paulo.

Mônica atua na UTI da unidade que hoje possui 60 leitos e desde abril mantém mais de 90% de taxa de ocupação no combate à covid-19. A enfermeira é do grupo de risco: obesa, hipertensa e diabética. Mesmo assim, há oito meses, dia sim, dia não, vai ao hospital trabalhar.

Fonte: UOL Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.