Governador Flávio Dino amplia vacinação contra Covid-19 e anuncia novas medidas

Novos públicos foram incluídos no cronograma de vacinação contra a Covid-19 no Maranhão. Profissionais da comunicação, engenheiros, arquitetos, indústria e construção civil agora estão no grupo de prioridades. A medida do Governo do Estado foi possível com o recebimento de 300 mil doses extras de vacinas e pode se estender a outros segmentos profissionais. Em coletiva, nesta sexta-feira (4), o governador Flávio Dino reforçou a ampliação dos grupos e novas medidas de combate à doença.

Com a ampliação do público, o Governo aumentou o número de postos para imunização. No Shopping Pátio Norte, pessoas com 40 anos ou mais podem vacinar, das 8h às 20h. Em ação parceira com o Governo, o Sesi Araçagy atende arquitetos, engenheiros, construção civil e indústria, nesta sexta, das 8h às 17h; e no sábado (5), das 8h às 12h. Precisa estar cadastrado pelo conselho profissional do qual faz parte. Sesi Móvel e IEMA Cintra também são pontos de vacinação.

As medidas restritivas foram prorrogadas até 14 de junho. Eventos com até 100 pessoas são permitidos até 23h; administração pública estadual e igrejas, funcionando com 50% da capacidade de pessoas; grupos de risco vacinados, exceto gestantes, podem retornar ao trabalho, passados 30 dias; comércio e indústria pode funcionar das 9h às 21h; bares e restaurantes, até as 23h; supermercados, das 6h até meia-noite. Supermercados, academias, salões, bares e restaurantes devem funcionar com 50% da capacidade.

O governador também anunciou a suspensão de eventos do Governo do Estado até domingo (6) e o reforço na fiscalização das medidas sanitárias; eventos privados e municipais, prefeitos decidem conforme realidade local. Em apoio ao segmento da cultura, artes e eventos, o Governo lançará novos editais da Lei Aldir Blanc, com investimentos de R$ 30 milhões. Pela lei, é concedido auxílio financeiro a esse segmento para amenizar os prejuízos com a Covid-19.

Vacinação

O Maranhão já soma 3,23 milhões de doses recebidas e 1,84 milhão aplicadas. Municípios com 85% ou mais de aplicação das doses receberão novas remessas de vacinas. Um total de 123 municípios estão nessa condição e terão novas doses. “Há reserva para a segunda dose da vacina. Estamos mantendo, aproximadamente, 700 mil doses para essa finalidade”, informou o governador Flávio Dino.

A gestão reforça o cronograma com um mutirão de vacinação, que chegará a 11 municípios. A meta é atingir 100 mil vacinados até domingo (6). Para isso, o Governo reforça o esquema vacinal na Grande Ilha, com quatro postos de vacinação: IEMA Cintra, Sesi Araçagi, Shopping Pátio Norte e unidade móvel do Sesi. “São medidas práticas do Governo para auxiliar os municípios e impulsionar a vacinação”, frisou o governador.

Flávio Dino pontuou outros esforços para compra de vacinas, a exemplo das tratativas na aquisição da Sputnik, da Rússia, e anunciou nova reunião com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), prevista para esta sexta-feira (4).

Ocupação de leitos

Na ocupação de leitos, a tendência é de crescimento, tanto na rede privada, quanto pública, informou Flávio Dino. Na rede estadual, os leitos de UTI estão com ocupação em média de 82% e os clínicos, de 64%. Considerando a Grande Ilha, a taxa de ocupação chega a 97%, no caso das UTIs e de 93%, os clínicos. O Governo abre mais leitos de UTI em Grajaú (10) e São Luís (20).

Apesar do cenário, o Maranhão está com taxa de contágio pela Covid-19 abaixo de 1% e se mantém como o estado do país com menos mortes pela doença. “A tendência é que tenhamos uma especialização das UPAs em coronavírus devido à demanda muito alta. Um dos caminhos que temos adotado é a ampliação dos leitos e agora, as UPAs da Ilha para atender coronavírus”, anunciou o governador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *