Poetisa maranhense Lindevania Martins vence o CEPE, um dos concursos literários mais importantes do Brasil

A poetisa e prosadora maranhense Lindevania Martins é uma das vencedoras da 6ª edição do Prêmio Nacional CEPE de Literatura, um dos mais respeitados e cobiçados prêmios literários nacionais. A maranhense ganhou na categoria contos com a obra “Teresa Decide Falar” e destacou a importância da conquista.

“Uma emoção imensa a conquista do Prêmio Cepe de Literatura. Ele dá grande visibilidade aos escritores e escritoras, encoraja a literatura nacional, insere novas vozes no campo literário e nos inspira a produzir. É um prêmio de grande prestígios e todos nós, autores, sonhamos com o dia em que seremos agraciados por ele. Muito feliz que meu dia chegou!”, declara a escritora.

A obra vencedora “Teresa decide falar”, é composta por contos que falam sobretudo da experiência de viver em um mundo que tenta limitar o que somos e o que podemos ser. Os personagens ora aderem às expectativas, ora as desafiam, e sofrem sobre seus corpos e sua subjetividade o impacto dessas escolhas. Lindevania Martins, que também é defensora pública, destaca: “Essas histórias foram construídas no meu dia a dia como escritora, defensora pública da mulher e população LGBT, como poeta e corpo trabalhador, surgindo dessa mistura entre realidade e imaginação, ato e sonho, das nossas múltiplas identidade e pertencimentos”.

Nascida em Pinheiro, Lindevania Martins possui uma história respeitável na literatura maranhense e brasileira. Possui quatro livros publicados. Faz parte da Associação Maranhense de Escritores Independentes- a AMEI . Venceu o Prêmio Literário e Artístico Cidade de São Luís, categoria contos, por duas vezes consecutivas. Recebeu Menção Honrosa em Concurso Nacional de Contos da OAB. Foi jurada em concurso internacional de contos “Her Story”, da Plataforma Sweek. Em 2020, dois trabalhos literários dos quais participava, em conto e em poesia, foram semifinalistas do Premio Jabuti. Seus trabalhos se encontram em várias publicações literárias nacionais e internacionais. O prêmio que acaba de ganhar inclui tanto um valor em dinheiro quanto a publicação do livro pela Companhia Editora de Pernambuco, a qual têm sido responsável pela introdução de obras decisivas no campo literário brasileiro.

Na categoria romance venceu o paranaense Paulo Fehlauer e na categoria poesia a paulistana Lilian sais, respectivamente com os livros “Extremo Oeste” e “Motivos para Cavar a Terra”. “Ficamos muito contentes com esse duplo papel dos prêmios: a valorização dos autores e também a oportunidade de publicar as obras que, por motivos diferentes, despertaram algo singular nos integrantes do júri”, declara o jornalista e editor da Cepe, Diogo Guedes.

A 6ª edição do Prêmio CEPE de Literatura Nacional registrou a inscrição de mais de duas mil obras, tanto do Brasil quando do exterior. A Comissão de Jurados foi formado por escritores que são referência: Veronica Stigger, escritora, jornalista, professora e crítica de arte e vencedora do Jabuti; Adelaide Ivánova, fotógrafa, poeta, escritora e vencedora do Prêmio Rio de Literatura; e Jeferson Tenório, escritor, doutor em Literatura e autor de “O Avesso da Pele” (Companhia das Letras, 2020).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.