Pré-candidato a prefeito, Bira propõe criação de escolas plenas em São Luís

Seguindo as agendas de discussão do Movimento ‘Pense São Luís”, o deputado federal e pré-candidato a prefeito de São Luís, Bira do Pindaré (PSB), realizou nesta terça-feira (14), mais um importante debate propositivo com ideias que serão incorporadas ao plano de governo da pré-candidatura de Bira.

A partir do tema “Como fazer de São Luís uma cidade mais humana e justa em tempos de pandemia?”, Bira discutiu com os pré-candidatos a vereador de São Luís pelo PSB, Paulo Irapuã e professora Cláudia Oliveira, os principais problemas enfrentados pela capital maranhense voltados para a melhoria da qualidade de vida dos ludovicenses.

Na oportunidade, os pré-candidatos propuseram ações nas áreas da Educação, Planejamento e Gestão Participativa, como forma de atender a demandas da população. Entre as principais propostas apresentadas, destaque para a criação de escolas plenas que atendam os alunos do Ensino Infantil e Fundamental de forma integral. O modelo para essa proposta, segundo Bira, são os IEMAs, implantados pelo Governo do Estado, quando ele estava secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação.

“Temos que pensar em uma Educação que acolha e atenda nossas crianças de forma plena. A nossa inspiração é o modelo de ensino de eficiência dos IEMAs, que tivemos a honra de coordenar a implantação na condição de secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do governo Flávio Dino”, ressaltou o pré-candidato a prefeito.

A pré-candidata a vereadora professora Cláudia Oliveira corroborou com a proposta de ensino pleno e integral na rede pública municipal. “Precisamos pensar na reestruturação da nossa Educação, e isso passa na reestruturação das nossas escolas, e não apenas no aspecto da infraestrutura, mas principalmente no aspecto metodológico e pedagógico”, comentou.

Outra questão debatida pelos pré-candidatos foi a aproximação da gestão pública da população. Para isso, a proposta é planejar as políticas públicas e ações da gestão municipal a partir da participação direta da população.

“Vamos resgatar a estratégia das audiências do orçamento participativo como ferramenta de discussão do Plano Plurianual do município. O PPA é estratégico, uma vez que decide as ações a serem executadas pela gestão em benefício da população, e por isso mesmo tem que ter a participação da comunidade. Isso é transparência máxima! O dinheiro é público, a obra é pública, o interesse é da população e ela tem o direito de acompanhar”, destacou Bira.

Para o pré-candidato a vereador, Paulo Irapuã, ações como as audiências públicas do Orçamento Participativo, aproximam a gestão das comunidades para discutir e resolver problemas vividos pelas pessoas. “Possibilitar essa aproximação é essencial para termos uma gestão pública participativa. Prefeito, secretários e vereadores precisam estar de fato presentes na vida das pessoas”, ressaltou.

Pense São Luís

O Movimento ‘Pense São Luís’ tem como objetivo abrir um diálogo com a população ludovicense sobre os principais problemas e desafios da capital maranhense, bem como as possíveis soluções para os mesmos.

Após um período suspensas por conta da pandemia do coronavírus, as as agendas do movimento foram retomadas depois do adiamento das eleições, para dá continuidade as articulações e proposições visando um projeto de plano de governo comprometido com as reais necessidades da população ludovicense.

“Vamos continuar a dialogar com lideranças comunitárias, religiosas, políticas, estudantis e com a população em geral, além de especialistas, para pensar e construir uma cidade mais bela, humana, justa e com direitos garantidos a todos e todas”, pontuou Bira.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *