Projeto Juventude Cirandeira garante dia de diversão para crianças da comunidade Vila São Luís

Domingo de sol, crianças brincando em pula-pula, com seus rostos pintados e também pintando e desenhando livremente ao som de músicas infantis. Assim foi a manhã do último domingo (17), na Sede da ONG Grupo de Mulheres Empreendedoras (Gume), onde aconteceu uma ação social em alusão ao Dia das Crianças, na comunidade Vila São Luís. A atividade foi realizada pelo projeto Juventude Cirandeira em parceria com a ONG Gume e os vereadores do Coletivo Nós.

A coordenadora do projeto, Valéria dos Anjos afirmou que o principal objetivo da ação social foi levar um dia de diversão e alegria para as crianças da comunidade. “A ideia era oferecer para as crianças da comunidade um dia de pura diversão, com atividades lúdicas, brincadeiras e de preferência em um local seguro”, disse.

Além de pinturas no rosto, pula-pula, a programação teve ainda atividades livres como desenhos, modelagem com massinhas e o disputado pula-pula. Na ocasião o co-vereador e moradora da comunidade, Eni Ribeiro, ressaltou que o brincar é direito humano da criança e do adolescente e esse direito deve ser garantido a eles em um espaço seguro, saudável e protegido.

“Temos consciência que ainda são poucos momentos como esse para a realidade do bairro, que a praça mais próxima está a 2km de distância. As crianças têm dois espaços para brincar, dentro de casa e na rua. A rua traz várias possibilidades, dentre elas é deixar a criança vulnerável ao todo tipo de risco”, pontuou.

Ele fez um resgate da história dos meninos emasculados, onde a maioria estavam brincando na rua, em terrenos baldios e foram violentados. Por isso a importância de acontecer tais atividades de forma segura e para todos. Eni Ribeiro também rdestacou que o mandato coletivo do Nós deu apoio e suporte, mas que toda ação foi promovida pela comunidade e para a comunidade, todas as pessoas que fizeram a ação, são voluntários que vivem na comunidade.

A dona de casa Luzia Freire, moradora da Vila São Luís, que é mãe do Arthur, de 7 anos e do Denis de 16, falou da alegria dos filhos participarem da ação social. “É muito importante para elas, pois muitas crianças passam o ano inteiro sem poder acessar um brinquedo e atividades de recreação. Queria que acontecesse mais vezes para que as crianças não ficassem muito na rua”, disse.

Durante a programação teve distribuição de pipocas, refrigerante, brinquedos para as crianças e também de kits escolares para os adolescentes.

Veja mais registros da ação social:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.