Sampaio perde em Recife e agora precisa golear o Náutico no Castelão para conquistar o título da Série C

O Sampaio Corrêa saiu atrás na decisão da Série C, ao ser derrotado pelo Náutico (PE) por 3×1, na tarde deste domingo, no estádio dos Aflitos, em Recife. O resultado obriga o time maranhense a ter que vencer o jogo da volta por dois gols de diferença, para levar aos pênaltis, ou três, para conquistar o tetracampeonato nacional.

O jogo
O placar de 3 a 1 não resume exatamente o que foi o jogo. Mesmo jogando fora de casa, o Sampaio Corrêa não se deixou intimidar e chegou a ser superior ao time pernambucano em grande parte dos dois tempos da partida.

Porém era jogo de final de campeonato e, os detalhes decidiram o placar. Assim foi que, após cobrança de escanteio, num nate-rebate, aconteceu o primeiro gol do Náutico. O zagueiro tricolor, Vitor Salvador, fez contra.

O Sampaio não se intimidou, foi pra cima e na pressão, chegou ao empate com um golaço de Roney, que encheu o pé para empatar a partida.

A igualdade prevaleceu no placar dos Aflitos até o fim do primeiro tempo.

Na segunda etapa, os donos da casa conseguiram passar à frente logo aos nove minutos, após bola levantada na área e cabeçada para o gol do zagueiro Camutanga.

A equipe Tricolor tentou não sentir o golpe e voltou a ocupar o campo de ataque em busca do novo empate. O Náutico explorava os contra-ataques, com a partida aberta, franca.

O Sampaio teve algumas faltas frontais assinaladas, mas não conseguiu converter em gol. Em jogada de lateral, o Náutico ampliou o marcador com Jhonnatan.

Alex Henrique ainda teve a chance para diminuir o placar, mas atirou para fora. Os primeiros 90 minutos da decisão chegaram ao fim com a vantagem para o time pernambucano.

O capítulo final da grande final do Campeonato Brasileiro da Série C acontece no próximo domingo, às 16h, no Castelão. É a vez da torcida Tricolor mostrar força, encher o estádio e empurrar a Bolívia Querida rumo ao tetra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.