Se isolamento for relaxado podem faltar máscaras, diz ministro da Saúde

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou hoje que se as medidas de isolamento social forem relaxadas neste momento há o risco de desabastecimento de equipamentos de proteção individual utilizados pelos profissionais de saúde, como máscaras e aventais.

“Se nós não fizermos retenção de dinâmica social, se nós nos aglomerarmos, se nós fizermos movimentos bruscos e relaxarmos nesse grau de contágio, sim, você pode ficar com uma série de problemas de equipamentos de proteção individual, porque nós não estamos conseguindo adquirir de forma regular o nosso estoque”, disse Mandetta.

“Eu sempre disse que o Ministério da Saúde vai ser transparente com a situação. Hoje nós estamos muito preocupados com a regularização de estoques de equipamentos”, afirmou o ministro.

Segundo Mandetta, hoje todos os estados estão abastecidos, mas o governo federal tem tido dificuldade na aquisição de novos lotes dos produtos. A China, epicentro da pandemia, é um dos principais produtores desse tipo de equipamento.

O ministro pediu que aquelas pessoas que possuem máscaras em casa que as entreguem nas unidades de saúde, para uso dos profissionais da área. “Quem fez estocagem domiciliar, é na unidade de saúde que tem que ter”, disse Mandetta.

Fonte: UOL Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.