Lobão Filho e Márcio Lobão, filhos de Edison Lobão, são alvos de ação da Polícia Federal nesta terça-feira

Márcio Lobão e Lobão Filho, filhos do ex-senador e ex-ministro Edison Lobão são alvos de ação da Polícia Federal, Ministério Público Federal e Receita Federal, nesta terça-feira (12).

A ação é a 79ª Fase da Operação Lava Jato, batizada ‘Vernissage’, para investigar crimes de corrupção, fraudes licitatórias, organização criminosa e lavagem de dinheiro envolvendo um grupo que pegou propinas de mais de R$ 12 milhões no âmbito de contratos celebrados com a Transpetro.

Nesta fase, são investigadas pagamentos de propina na Petrobras e Transpetro e operações de lavagem de dinheiro por meio de imóveis e obras de arte.

 

Segundo a PF, são três mandados no Rio de Janeiro, dois mandados em Brasília, dois em São Luis do Maranhão, dois em São Paulo e um em Angra dos Reis.

Mandados são cumpridos nos endereços de Márcio Lobão e Edison Lobão Filho. De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), as ordens judiciais visam apreender mais de 100 obras de arte dos investigados. As investigações apuram fraudes em licitações por meio de pagamento de propina a executivos da Petrobras e Transpetro

A Procuradoria no Paraná indicou ainda que a ofensiva é um desdobramento da fase 65 da Lava Jato, a Operação Galeria, que mirou Edison Lobão , ex-senador e ex-ministro de Minas e Energia, e chegou a prender seu filho Márcio. A dupla foi denunciada em setembro de 2019 por supostas propinas em contratos da Transpetro que, somados, chegam a mais de R$ 1,5 bilhão.

Cerca de 70 policiais federais e 10 auditores da Receita Federal cumprem 11 mandados de busca e apreensão em Brasília (2), São Luis do Maranhão (3), Angra dos Reis (1), Rio de Janeiro (3) e em São Paulo (2).

Com informações de O Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *