Na primeira aparição em pesquisa, Paulo Romão surpreende e pontua bem na corrida pelo Senado

Gildean Farias

Após ter seu nome preterido por membros da direção estadual do PT, o sociólogo Paulo Romão, pré-candidato a senador, surpreendeu e pontuou bem na primeira vez que seu nome é incluído em uma pesquisa de intenção de votos, na disputa pela vaga única do Maranhão ao Senado Federal em 2020.

O levantamento feito pelo Instituto Econométrica, mostra o petista em 4º lugar em dois dos três cenários apresentados pela sondagem na corrida pela cadeira no Senado. O melhor desempenho de Romão aparece num cenário em que o governador Flávio Dino não entraria na disputa, surgindo com 6,8% das intenções de voto, ficando atrás de Roberto Rocha (35,4%), Othelino Neto (14,5%) e Josimar Maranhãozinho (13%).

No segundo cenário, Dino lidera a pesquisa para o Senado, com 45,3% das intenções. Os desempenhos de Rocha e Maranhãozinho caem para 24,3% e 9,8%, respectivamente, com o petista ficando com 4,2% da preferência. Em um terceiro cenário sondado, sem a presença de Romão, o 4º lugar fica com Edivaldo Holanda Júnior (6,5%), atrás de Maranhãozinho (9,9%), Rocha (24,5%) e Dino (44,4%).

O resultado consolida o trabalho de formiguinha que o petista vem fazendo ao longo do último ano, focado em convencer os petistas a tornarem-se aliados numa provável disputa. O caminho é longo, visto que o nome do PT para qualquer disputa eleitoral precisa vir balizado pelo voto interno dos filiados.

“Estamos fazendo um trabalho de base amplo, abrindo diálogo com diversas instituições, com os movimentos sociais, líderes políticos e com a própria sociedade. A intenção de nossa campanha é apresentar um candidato novo, mostrar que o Partido dos Trabalhadores apresenta bons quadros e que o nosso interesse é trabalhar para fazer o brasileiro feliz de novo”, destaca Paulo Romão.

A pesquisa Econométrica foi realizada entre os dias 3 a 6 de novembro. Foram ouvidos 1.659 eleitores e o erro amostral foi de 2,4% com um intervalo de confiança de 95%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *