Seguindo os critérios definidos por Dino, Weverton larga na frente para ser o candidato do grupo ao Palácio dos Leões

Gildean Farias

O governador Flávio Dino (PSB) deixou bem claro na reunião desta segunda-feira (5), com os líderes partidários da base do governo: não há candidato à sua sucessão definido e nem lançado por ele.

O esclarecimento de Flávio Dino põe fim à tentativa de alguns em impor uma condição de “candidato natural” do grupo de apoio ao governador ao vice-governador Carlos Brandão (PSDB), afirmando que por ter sido companheiro de chapa de Dino nas duas eleições, Brandão teria carimbado a credencial para substituir o, agora Socialista no Palácio dos Leões.

Mais do que negar a tão alardeada martelada em favor de Brandão, a reunião de Flávio Dino com os líderes partidários, ainda colocou o senador Weverton (PDT) como franco favorito a ser o candidato ao governo do estado apoiado por Dino e pelos partidos. Isso porque, pelas regras estabelecidas pelo governador e pelas lideranças partidárias, o senador pedetista larga muito na frente neste início dos debates e das articulações para definir o candidato do grupo à ocupar a cadeira do Palácio dos Leões a partir de 2023.

Vejamos! De acordo com a reunião, para a definição do candidato ao governo do estado, foi acordado que serão utilizados os mesmos critérios que levaram o grupo a vitória de 2012 a 2018, como agregação de forças políticas, pesquisas eleitorais e compromisso com uma agenda de governo que priorize os maranhenses. Vamos aos fatos!

Critério 1: É notório que Weverton tem arregimentado uma importante força política em torno do projeto rumo ao Palácio dos Leões: já são seis os partidos fechados ou alinhados com a pré-candidatura do pedetista: PDT, Cidadania, Republicanos, DEM, PSL e Progressistas. Isso além de várias de lideranças partidárias, incluindo dezenas e dezenas de prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e deputados estaduais e federais.

Critério 2: Nas duas mais recentes pesquisas de intenção de voto para o governo do estado, realizadas pelos institutos Exata e Escutec, Weverton aparece em segundo lugar ou até em primeiro, dependendo do cenário, mas bem à frente de Brandão. No levantamento da Exata, por exemplo, no confronto direto, Weverton aparece com 43% dos votos, enquanto Brandão soma apenas 19%.

Critério 3: É inegável que Weverton, pela sua trajetória política e de luta no campo progressista, é o que mais de identifica com os mesmos ideias de Flávio Dino, credenciando-o a se apresentar ao eleitor e à população maranhense em geral, como aquele que oferece as condições de manter o Maranhão seguindo com um governo que tenha atenção ao bem-estar social.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.